Gerilson Insrael triste por existir pessoas que ganham dinheiro com música alheia


O artista viu a sua música registada nas plataformas digitais por elemento não identificado e lamenta o facto de Sebem não estar a ganhar nenhum centavo pela música ‘Felicidade.’

O jovem autor do sucesso ‘Quarentena’, música feita para avivar o sentimento de amor em época de confinamento e distanciamento social devido a covid-19, lamentou o facto de pessoas desconhecidas, escondidas em certos perfis, estarem a registar nas plataformas digitais músicas alheias. Reticente, Gerilson avança a possibilidade de ser prática dolosa de alguns também músicos.

Triste com a prática recorrente, anunciou foi vítima com a música ’Carne com Jindungo’, apesar de ter registada em seu nome em Angola.O músico lamenta e diz que “aqui ninguém nos defende” tão-pouco a Sociedade de Autores e Compositores. 

Há pessoas a ganharem dinheiro por conta do seu sucesso como o de outros artistas, exemplificou o caso de Sebem, cuja música intitulada ‘Felicidade’ foi registada por uma outra pessoa que está a ganhar dinheiro a custa do Rei do Kuduro, adoentado há muito. 

Para o músico, em conversa com o radialista Luís Candeias, no Viva a Noite, é hora de existir mais organização no sector cultural em Angola, pois, para registar uma música nas plataformas digitais tem de fazê-lo a partir de Portugal.

REAÇÕES

2
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK