Tchizé acusada de mandar demolir 300 casas no Zango 2


Proprietários das cerca de 300 casas demolidas no Zango 2, em Luanda, na quarta-feira, acusam a deputada Welwitschia dos Santos (Tchizé) de ter ordenado a demolição e de não terem sido notificados ou prestado algum esclarecimento de qualquer entidade competente, conforme escreu o Rede Angola.

O site relata que os moradores falam na eventualidade da demolição ser consequência da construção de uma Zona Econômica Especial no local.

A demolição como não podia deixar de ser levanta clamores aos lesados “O que é que vamos fazer? Vamos aguardar pela resposta porque todos dizem que é tudo da Tchizé, então vamos esperar o que ela vai dizer. Têm que nos indemnizar. Este prejuízo é impossível”, afirmou uma das moradoras que não se quis identificar por recear represálias.

A polícia também alega desconhecer qualquer movimentação da polícia no município para destruir qualquer residência.

Com o propósito de ouvir o contraditório segundo a fonte tentou-se o contacto com a deputada mas sem sucesso, por outro lado, o administrador municipal, Manuel Caterça não aceitou prestar qualquer esclarecimento.

Rede Angola

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
2
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK