Doença estranha afecta classe estudantil no Uíge


Uma doença não identificada até ao momento está assolar os estudantes de muitas escolas da cidade do Uíge, assim como da província em geral.

A doença provoca desmaios e alergias, afecta principalmente pessoas do sexo feminino que chegam a despir-se em plena sala de aula por causa da alergia.

A informação foi revelada pelo responsável pela comunicação da diocese do Uíge, Pedro Correia, que diz a situação ser preocupante e muito menos de brincadeira, por isso pede para encarar a situação com seriedade.

Tem pessoas que desmaiam e tem aquelas que ficam somente com alergias, para minha estranheza. Não podemos dizer que são simulações ou são questões apenas de fachada, como é possível uma menina de 18 ou 19 anos de idade é capaz de tirar a bata e o vestido no meio de todo mundo na sala de aula porque tem de se coçar, e não é só uma pessoa. O que a gente saiba as mulheres são pessoas reservadas e quando isso acontece não podemos brincar com as coisas sérias, alguma coisa não está bem,’’ fez saber.

Os casos de desmaios e alergias são registados frequentemente nas escolas da cidade do Uíge, nomeadamente na escola 11 de Novembro (Preparatória), Kituma e INE.

Estima-se que diariamente 5 à 10 estudantes são afectados pela doença, situação que tem causado pânico na classe estudantil e não só. Por esta razão muitos estudantes dizem que vão parar de frequentar as aulas por estarem com medo de ser vítimas, como contou ao nosso portal José Bondo. ‘’Por causa desta doença, eu e muitos dos meus colegas pensamos em não ir mais à escola por termos medo, muitos de nós até já não entramos na turma. É horrível ver colegas passando mal,’’ disse.

Perante este cenário, a delegação da Saúde e da Educação bem como o Governo Provincial do Uige, ainda não se pronunciaram sobre este drama que assola os estudantes.

Redação
O Pais

REAÇÕES

2
   
2
   
0
   
0
   
1
   
1
   
3
   
9
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK