Espectáculo musical de Luaty Beirão barrado por alegada "Ordens Superiores"


O espectáculo musical do rapper angolano Ikonoklasta, conhecido por Luaty Beirão, um dos arguidos no processo 15+2, foi cancelado por alega ‘’Ordens Superior’’ que autorizou a retirada da licença do espaço onde estava previsto o evento.

Inicialmente o espectáculo estava para ter lugar no Chá de Caxinde, mas a direcção do referido estabelecimento dias depois cancelou actividade por motivos que não foram esclarecidos até ao momento. 

A equipa responsável pelo espectáculo arranjou um outro local, ou seja o Cine Tivoli, que confirmou a realização da mesma, faltando apenas um dia para realização do espectáculo, a direcção do Cine Tivoli informou ao músico que não será possível a realização da actividade por ter sido confiscada a licença do espaço.

“Recebemos uma chamada da senhora do Cine Tivoli a dizer que a polícia foi lá e tirou, abusivamente, sem nenhum mandado, a licença. Visto que foi feito de forma ilícita, vamos falar com o pessoal do espaço e vamos continuar a apelar às pessoas para irem ao espectáculo, até que nos apresentem um documento com a proibição”, disse Luaty Beirão em declarações à Lusa.

Uma decisão apoiada por MCK um dos convidados de cartaz do evento, que a partir da sua página do Facebook, recorreu ao artigo 42 nº 1 da Constituição ( é livre a expressão da actividade intelectual, artística, política, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença), para confirmar a realização do espectáculo e pedir a presença em massa dos fãs.

‘’Vamos ignorar o fantasma chamado "Ordens Superiores" e respeitar a Constituição e a Lei por favor... Viva igualdade de tratamento, pluralidade de ideias e o espírito de tolerância que deve unir Angola e os angolanos... Viva o IKOPONGO que deve acontecer amanhã no Cine Tivoli em observância a Constituição da República de Angola’’ disse MCK.

O espectáculo é denominado Ikopongo, tem como pano de fundo músicas de intervenção social, e poderá realizar-se amanhã por volta das 20 horas.

REAÇÕES

1
   
2
   
3
   
0
   
1
   
2
   
0
   
1
   

Comentários