Empresas a beira da falência na Huíla


A falta de financiamento, bem como a falta de divisas, estão na base do encerramento e do risco de falência de várias empresas na província da Huila

Os empresários local estão impossibilitados de prosseguir com os projectos em carteira, por encontrarem barreiras na aquisição de divisas para importação de matéria prima. Um outro factor que os empresários da Huila apontam, é o difícil acesso aos créditos concedidos pelo programa criado pelo governo, denominado "Angola Investe".

De acordo com o empresário António Januário, mais de 50 pessoas vão estar desempregadas, com o encerramento da sua empresa que opera no ramo da construção civil, por falta de trabalhos no sector a nível da província.

Recentemente o Ministro da Economia, Abrãao Gourgel, garantiu que serão revistas as políticas de apoio financeiro do programa "Angola Investe", com vista dar continuidade ao apoio financeiro aos empresários do país.

Expansão

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK