“Se fosse do MPLA talvez recebesse mais apoio”


Demarte Pena lutador peso galo, tem encontrado dificuldades de apoio para a sua carreira desportiva.

Segundo o Rede Angola o desportista é neto de Savimbi, e considera que as suas origens política está na base da falta de apoio

“Se fosse do MPLA talvez recebesse mais apoio” disse Demarte Pena

“Se fosse do MPLA talvez recebesse mais apoio” disse Demarte Pena

A aproximadamente dois meses para o seu próximo combate Demarte Pena em entrevista ao The Clinch Vodcast, um programa sobre artes marciais mistas da estação televisiva sul-africana e NCA, actual campeão de peso galo falou de um lados pouco conhecidos, a sua família e da ligação a Angola. 

Pena considerou os familiares como “verdadeiros guerreiros” e uma inspiração no momento da luta. “Não me posso esquecer do meu passado e de quem sou. É importante lembrar-me de onde venho". Afirma que quando o momento da luta é adverso, sempre busca inspiração em si, pensa no que o seu avô e pai fizeram pelo seu país, a coragem que mostraram, sem esquecer que os contextos são completamente diferentes. 

Eles lutaram pela vida, eu luto por um cheque, acrescentou.

Ainda sobre a família, Pena reconheceu que o facto de estar indirectamente associado à UNITA pode prejudicar a sua reputação no país. “A política é uma coisa cruel. 

O MPLA e a UNITA têm uma rivalidade que perdura há anos. E o facto de eu ser neto do Jonas Savimbi, que apesar de morto ainda é odiado no país… Se fosse do MPLA talvez recebesse mais apoio. Mas não gosto muito de falar sobre isso”, admitiu.

O atleta defende o título de campeão de peso galo a 11 de Novembro, na cidade do Cabo, no evento EFC 55.

Rede Angola

REAÇÕES

5
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK