Denúncia: Escola abre ano lectivo com apenas 2 professores do ensino primário
A escola comparticipada, Nº58 “Bem-aventurados”, no município do Kilamba Kiaxi, em Luanda, arrancou o ano lectivo 2017, com apenas seis professores, dois do ensino primário e quatro do segundo ciclo.

A confirmação foi revelada hoje ao nosso portal, por parte do corpo docente daquela instituição, ao confirmar que por motivos financeiros a instituição achou por bem celebrar contrato em apenas seis professores.

“Hoje só apareceram dois professores, e as outras turmas estão vazias desde o início do primeiro dia de aulas, mas o director disse-nos que esse problema, será resolvido em breve”, disse Angelina Bernardo, aluna da 3ª classe.

O Angola Online, tentou saber mais por parte do director, mas este mostrou-se indisponível, alegando estar sob carregado com as inscrições dos estudantes.

Agastados com a situação, os encarregados apelam ao Ministério da Educação a resolver este problema.

‘’Nós só queremos que os nossos filhos tenham aulas com os seus professores, não se admite que desde o primeiro dia de aula, o meu filho nunca teve aulas. O ministério da Educação deve vir ver esta pouca vergonha”, disse com os ânimos exaltados Cândido António, encarregado de educação.

O mesmo cenário vê-se no IIº ciclo, onde o director cujo nome não foi revelado, eliminou as disciplinas de E.M.C, E.V.P, Educação Laboral, Educação Física, Inglês, Geografia e História, por considerar estas menos importantes no ensino e aprendizagem dos alunos.

“Esse director quer deformar os alunos… Assim quer criar somente engenheiros? O meu filho gosta de línguas… será que o ministério que adicionou estas disciplinas, não entende a matéria”, questionou Cândido António.

O triste cenário já se arrasta há uma semana, por este motivo, os encarregados de educação pedem a rápida intervenção do Ministério da Educação.

REAÇÕES



COMENTÁRIOS