Comentário da Semana: Excesso de violência em Angola
Para a nossa presença semanal décimos trazer para a reflexão dos leitores um assunto que de certeza tem preocupado todas as famílias angolanas. O EXCESSO DE VIOLÊNCIA GRATUITA que se tem verificado na nossa sociedade.
Imisi de Almeida

Durante a semana, informações vindas da Huíla, deram-nos conta do assassinato de um jovem, por um policial, por terem se desentendido após assistirem um jogo de futebol. No Namibe, um vendedor ambulante foi esfaqueado por um delinquente, após tentar impedir este de assaltar uma jovem.

Em Luanda, o “bairro Papa Simão” que de uns tempos para cá virou a clara demonstração da falta de autoridade do Estado naquela zona, depois de vários casos de assassinatos, e o claro sentimento de impunidade dos delinquentes (os delinquentes deixavam cartas avisando aos moradores do bairro, de que iriam assassinar mais pessoas).  

Começou a ser patrulhado pela policia nacional para tentar acabar com os actos criminosos praticados naquela circunscrição. Ainda em Luanda, um cidadão (Segurança da União dos Escritores dos Angolanos) foi morto em plena cela, onde se encontrava detido, com claros sinais de violência física.

Para além dessas situações várias outras decorrem todos os dias nessa imensa Angola. E os factores são vários, mas o principal e evidente é sem duvida alguma, a falta de emprego.  

Por isso convidamos o caro leitor a refletir connosco, achando meios que possa pelo menos minimizar o quadro actual.

  • Aspecto positivo da Semana:  Angola e Zâmbia assinam acordos de cooperação político-econômica, com destaque a supressão de vistos nos passaportes ordinários (normais).
  • Aspecto negativo da Semana: O atraso salarial na função continua.

Boa noite!

Boa Final de Semana!

Imisi de Almeida!

REAÇÕES

COMENTÁRIOS