Viúvo de Juliana Kafrique ganha formação do GPL
Banguila Augusto João, viúvo da malograda Juliana Kafrique, vendedora ambulante assassinada por um agente da Polícia Nacional no dia 12 de Março do corrente ano, no bairro Rocha Pinto, em Luanda, foi beneficiado com uma formação profissional pelo Governo Provincial de Luanda (GPL).

No centro do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) do bairro Prenda, Banguila João está a frequentar o curso de electricidade, o que lhe permitirá ter acesso a um emprego, consoante a promessa feita pelo GPL aquando da visita do governador Luther Rescova a casa do óbito.

Aliás, no último fim-de-semana, Luther Rescova, visitou alguns centros de formação da capital, tendo passado também pelo Prenda, onde se cruzou com Banguila, que foi incentivado a concluir a formação em electricidade, de modo a ter a qualificação adequada para o emprego.

O viúvo da vendedora Jualiana Kafrique mostrou-se satisfeito por estar a beneficiar de uma acção de formação profissional, tendo agradecido a oportunidade dada pelo GPL.

O GPL inclui também no leque de beneficiários da acção de formação profissional João Kafrique, outro membro da família da malograda Juliana Kafrique, inscrito na escola de formação do Cazenga. Além do viúvo, a malograda deixou três filhos, de seis meses, 2 anos e 7 anos.

Angola-Online sabe que, Banguila Manuel Augusto, viúvo de Juliana Kafrique, desempregado há dois anos, foi “consolado” com três propostas de emprego nomeadamente da Policia Nacional, Governo Provincial de Luanda e da UNITA, o maior partido político na Oposição.

Fonte: O País

REAÇÕES

COMENTÁRIOS