UNITA é chumbada e acusada de falsificar documentos
O martelo da chumbaria não deu tréguas aos partidos da oposição que recorreram ao Tribunal Constitucional para impugnar os resultados das eleições gerais. A UNITA foi o último partido a ser chumbado pelo TC que acusa o Galo Negro de falsificar documentos.

O Tribunal Constitucional considerou os pedidos para impugnação das eleições, apresentados pela FNLA, PRS, UNITA e CASA-CE, de improcedentes por não existir provas. E fez saber que "dos documentos do requerente aos autos, se constatou que não houve prejuízo para o partido UNITA, em nenhuma das províncias evocadas."  

De acordo ainda o acórdão do TC, há "fortes indícios” de que os documentos apresentados pela UNITA foram falsificados “bem como outros que não deveria ter na sua posse, com o propósito de obter vantagem eleitoral, (conforme o artigo 203 da LOEG), pelo que será lavrada a respectiva certidão dando-se conhecimento ao Ministério Público para os devidos efeitos legais", lê-se no acórdão. 

Apesar de já não ter a possibilidade de voltar a recorrer, os líderes da UNITA e CASA-CE vão se pronunciar amanhã sobre a decisão do Tribunal Constitucional que considera os resultados definitivos das eleições gerais de 23 de Agosto, divulgados pela CNE transparentes.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS