Tio engravida pela terceira vez sobrinha de 14 anos e hipoteca paternidade
Depois de ordenar por duas vezes a sobrinha de apenas 14 anos, abortar gravidez, um cidadão de 37 anos, voltou a engravidar a menor em consequência de vários abusos sexuais.

Mais um caso de abuso sexual de menor vem à tona em Luanda, concretamente no município de Viana. 

Um cidadão de 37 anos, é acusado de engravidar a sobrinha de 14 anos, com quem mantinha relações sexuais activa desde os 11 anos de idade.  

Segundo familiares em denúncia à fonte da Angola-Online, o acusado (tio) ordenou a menor atribuir a paternidade a um jovem, durante as conversas do pedido no último fim-de-semana, após a mãe do jovem dizer “se o filho não é do mesmo, a menina morrerá no parto”. 

A menor confessou diante dos familiares, está grávida do tio, que ameaçava de morte caso contasse sobre os abusos sexuais e a paternidade.  A menor revelou por outro lado, aos 11 e 12 anos, engravidou do tio, e interrompeu com ajuda deste. 

Apesar de já ser do domínio público, o acusado ainda não está a contas com a justiça.

Fonte: Rádio Luanda

REAÇÕES

COMENTÁRIOS