Sonangol nega pôr Lunda Norte as escuras
A petrolífera estatal Sonangol desmente as informações que circulam nos meios de comunicação social, dando conta que está na base do corte de energia eléctrica na Lunda Norte, por falta de abastecimento de combustível.

Por meio de um comunicado de imprensa a Sonangol, esclareceu que não aconteceu um apagão generalizado a nível da província da Luanda Norte.   

O que se pode ler no comunicado, a petrolífera sublinha que o mal estado da via esteve na base do atraso do fornecimento de combustível para algumas províncias no interior do país. O que originou um atraso no abastecimento da central térmica ao nível da província.

Segundo a petrolífera, a empresa responsável pela gestão da central termoelétrica da cidade do Dundo, Prodel, tem a quantidade de 207 mil litros de combustível.   

No entanto, a Sonangol garante que nas próximas 24 horas chegarão as províncias do leste do país 490 mil litros de gasolina e 1 milhão e 300 mil litros de gasóleo, que estão em trânsito. 

REAÇÕES

COMENTÁRIOS