Sonangol coloca à venda 11 empresas a partir de Abril
O presidente do conselho de administração da Sonangol, Gaspar Martins, fez saber que a empresa apresentou a proposta de negociação directa na alienação de alguns activos.

No âmbito da materialização do programa de alienação de activos fora do core business, a petrolífera nacional vai lançar, em Abril, os concursos públicos para a venda de mais 11 activos, nomeadamente Sonamet Industrial, Sonacergy, Kwanda Suporte Logístico, Petromar, Sonasing Xikomba, Paenal, Sonadiets Service, Sonatide Marine Limited, Sonatide Angola e os 8% que detém no Banco BAI.

A Sonangol deu início no ano passado ao processo de venda de activos fora do seu negócio principal com a venda de cinco unidades industriais da Zona Económica Especial e dois edifícios em Portugal. 

Ainda em 2019, realizou mais um concurso público para a venda de sete agências de viagens que, segundo assegurou a administradora executiva, Josina Baião, decorrem neste momento a avaliação das propostas apresentadas pelos propunentes compradores.

Gaspar Martins, revelou que a Sonangol apresentou à Comissão Interministerial do Propriv a proposta de negociação directa para a venda de sete activos. 

Trata-se do Hotel de Convenções de Talatona (HCTA), Techinip Angola Engenharia, OPS, OPS Prodution, Sonasing Saxi-Batuques, Sonasing Mondo e Angoflex Indústria.

Fonte: Mercado

REAÇÕES

COMENTÁRIOS