Angola terá lei que vai definir a utilização obrigatória do cartão de eleitor para certo tipo de actos, revela Adão de Almeida

O secretário de Estado da Administração do Território, Adão de Almeida, revelou hoje durante uma entrevista no ‘’Jornal da Tarde’’ da RNA, que está ‘’em fase avançada de processo preparatório uma proposta de lei que vai definir a utilização obrigatória do cartão de eleitor para certo tipo de actos.’’

Adão de Almeida, fez saber que há alguns domínios no que toca a utilização de serviços públicos em que se prevê a utilização do cartão de eleitor, e "poderá eventualmente abranger casos como matrículas escolares e universitárias, ausências no território nacional, solicitação de determinados documentos essenciais para vida dos cidadãos’’, isso para estabelecer consequências para os cidadãos que não fazerem o registo, bem como ‘’para dar mais utilidade ao cartão eleitoral’’, disse Adão de Almeida.

O secretário de Estado da Administração, disse ainda que ‘’haverá muita discussão para se fazer sobre a matéria’’, e garantiu que a lei poderá ser aprovada ainda o próximo ano.

De acordo com dados divulgados por Adão de Almeida, em 54 dias foram emitidos 6 milhões e 100 mil cartões de eleitores.

REAÇÕES

90
35
16
34
49
268
29
22

COMENTÁRIOS