SISTEC põe 700 angolanos desempregados
A crise económica e financeira que o país vive continua a pôr vários jovens angolanos e chefes de família no desemprego. Desta vez, foi a empresa SISTEC a despedir 700 trabalhadores.

Com 25 anos no mercado angolano, a empresa de distribuição e representação de produtos tecnológicos, SISTEC, já despediu 700 trabalhadores por causa da crise que o país atravessa. 

A empresa foi obrigada a fechar algumas lojas em todo país pelo facto de estar impossibilitada de importar produtos e manter o pessoal, actualmente conta com 600 trabalhadores, número que vai reduzir nos próximos dias, porque fará despedimentos, como garantiu o director Rui Santos, sabe a Angola-Online. 

Fonte: Valor Económico

REAÇÕES

COMENTÁRIOS