SIC investiga combustível desviado nas subestações eléctricas
O Serviço de Investigação Criminal (SIC) na Huíla, continua a investigar o caso de desvio de quatro milhões e 95 litros de gasóleo, que tinham como destino o abastecimento nas subestações eléctricas do Lubango.

O caso que aconteceu em Novembro de 2016 a Janeiro de 2017, envolvendo alguns gestores públicos de distribuição de combustível, causou prejuízos para o Estado no valor de 552 milhões e 825 mil Kwanzas. 

Angola-Online sabe que, o primeiro grupo de 26 envolvidos foi julgado e condenado em Março deste ano, a penas maiores de dois a 12 anos e sete meses.

Porém, segundo o director provincial-adjunto interino do SIC, superintende Abílio Amândio, revela que nas novas investigações, estão envolvidos no processo responsáveis da empresa Pública de Produção de Electricidade (PRODEL) e das respectivas centrais eléctricas da Arimba e Canguinda (receptoras) e as distribuidoras privadas, Admar Damião e a Sociedade Tchivangulula.

Angop e Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS