SIC «invade» casinos em Luanda
O Serviço de Investigação Criminal (SIC) realizaram na passada sexta-feira, 3 de Maio, uma mega operação nos casinos em Luanda, com o objectivo de apurar a forma como estes estabelecimentos funcionam.

Segundo a fonte da Angola-Online, revela que a operação foi realizada em quase todos os casinos e salas de jogos “fortuna ou azar”, em Luanda. Numa altura onde as autoridades procuram sobretudo ter o maior controle sobre estas actividades que têm um total de 14 operadoras, com 60 casas  de  jogos, que  actuam no país.

De acordo as informações publicadas no mês passado, muitas destas casas exercem acções sem visibilidade requerida,  uma  situação  que  vai  obrigar o regulador a  actuar de  forma  diferente nos próximos  dias, exemplo disso é a mega operação. 

Ainda sobre a  operação, Angola-Online sabe que, foram apreendidos diversos bens, dentre eles, dinheiro, computadores e alguns cidadãos de nacionalidade chinesa. 

Outro dado importante é que na maioria destas casas não apresentam a sua contabilidade organizada, bem como o incumprimento do pagamento de impostos conforme a Lei 5/16, de 17 de  Maio,  Lei da Actividade de Jogos.

Mesmo com os  regulamentos  em  vigor,  como o Decreto Presidencial  nª141/17, de 23 de Junho, que regula os jogos de “fortuna ou azar”, a Lei 34/11 de  Setembro,  Lei  do Combate ao Branqueamento  de Capitais  e Financiamento do Terrorismo, no  contexto de  regulação de Jogos, instrumentos jurídicos reguladores da actividade desrespeitados por operadores.

Fonte: Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS