Um segurança disparou em plena via pública em protesto por estar há mais de seis meses sem salário.

O segurança é funcionário de uma das empresas prestadoras de serviços de segurança a estabelecimentos comerciais e residências, e guardava a padaria Lenita, localizada na Vila de Viana, em Luanda. 

O disparo foi efectuado na passada segunda-feira, 9, e não feriu ninguém, mas pôs os moradores da zona em pânico, que de imediato accionaram à Polícia Nacional, e rápido apareceu no local. 

De acordo com os agentes da Polícia Nacional no local, o homem de 31 anos estava em protesto por estar há mais de seis meses sem salário e pelo facto da sua mulher se encontrar hospitalizada.

Segundo os moradores da zona, o segurança queixava-se constantemente da difícil situação que vivia, e nos últimos dias trabalhava em estado de embriaguez.

“Ele sempre foi uma pessoa frustrada e cheio de rancor, bebia todos os dias, ou seja, sempre lamentava da vida e da triste situação que vivia,” contou um vizinho ao nosso portal, sem revelar o nome.

O segurança encontra-se detido na esquadra policial da Vila sede, em Viana.

REAÇÕES

0
0
0
0
0
0
0
4

COMENTÁRIOS