Responsável solicita merenda escolar com urgência por causa da seca
O director do Gabinete Provincial da Educação do Cuando Cubango, Miguel Canhime, solicitou na última terça-feira, às administrações municipais da região no sentido de implementarem "com urgência" o Programa de Merenda Escolar, principalmente, nas zonas afectadas pela seca.

Em declarações à Angop, sobre possíveis casos de fuga de alunos das escolas devido a seca na província do Cuando Cubango, o director não confirmou esse facto, embora tenha admitido a possibilidade de estudantes deixarem de frequentar as aulas por causa da estiagem que atinge principalmente os municípios de Calai, Cuangar, Dirico, Rivungo, Nankova e Mavinga.

Disse que a situação em muitas regiões do Cuando Cubango é crítica devido a seca, afectando várias famílias camponesas, por isso é necessário que os administradores municipais implementem o Programa de Merenda Escolar para incentivar a presença dos estudantes nas salas de aula.

Informou que mais de 90 mil crianças, das 160 mil matriculadas no sistema de ensino primário neste ano lectivo, estudam nas áreas afectadas pela seca e caso não seja implementado o Programa da Merenda Escolar naquelas zonas poderá haver um nível elevado de absentismo nas salas de aula.

Explicou que devido a seca, as famílias têm necessidade de procurar alimentos, deslocando-se de um local para o outro, o que poderá causar transtornos ao processo de ensino e aprendizagem, assim como prejudicar o rendimento académico dos alunos.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS