Quadro de Picasso será leiloado para garantir água a três países africanos
A iniciativa do Museu Picasso, em Paris, consiste num sorteio internacional em que uma cautela (bilhete) com o custo único de 100 euros habilita a ganhar um Picasso no valor de um milhão de euros.

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E

O objectivo é ajudar a Organização Não-Governamental Care, que trabalha no abastecimento de água em vários países africanos. A verba arrecadada com o sorteio vai servir para construir e reabilitar poços, instalações de lavagem e casas de banho nas aldeias e nas escolas de Madagáscar, Camarões e Marrocos, um projecto com a duração de cinco anos.

O conceito já foi testado em 2013, quando foram recolhidos cinco milhões de euros para ajudar a reconstruir a parte histórica da cidade libanesa de Tiro. “Os fundos foram utilizados para construir uma aldeia artesanal de 1500 metros quadrados, nos arredores de Tiro, no meio de um pomar de laranjeiras”, lê-se na página do projecto.

Jeffrey Gonano, americano de 25 anos, de Wexford, na Pensilvânia, empregado numa empresa de contratação de extintores de incêndio, foi o vencedor do quadro, avaliado em um milhão de euros, L'Homme au Gibus (em guache sobre papel) desenhado, em 1914, por Picasso.

Desta vez, o quadro sorteado será “Nature Morte”, do mesmo artista. Criado em 1921 por Pablo Picasso, é um óleo sobre tela, assente numa composição geométrica na qual figuram um jornal e um copo de absinto. Estão à venda 200 mil cautelas, que podem ser adquiridas online, no endereço: (https://1picasso100euros.com/). O sorteio, antes marcado para 6 de Janeiro foi adiado para 30 de Março.

Fonte: JA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS