Presidente da Libéria corta seu salário para reduzir impacto da crise
O presidente da Libéria, George Weah, vai reduzir o seu salário para cobrir o desfalque do cofre de Estado.

“Devido à muito rápida deterioração da situação da economia, estou a informar-vos hoje que, com efeitos imediatos, vou reduzir o meu salário e benefícios em 25%”, garantiu George Weah, recentemente eleito, dando a conhecer o cenário que o país enfrenta. 

“A nossa economia está falida. O nosso Governo está falido. A nossa moeda numa queda livre. A inflação a subir… O desemprego nunca foi tão alto e as nossas reservas estrangeiras nunca foram tão poucas”, disse Weah.

Texto: Igor Silva | Fonte: Publico

REAÇÕES

COMENTÁRIOS