PR e filha têm 8 dias para responder em tribunal
Pela primeira vez em Angola o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, e a filha mais velha Isabel dos Santos, vão responder em tribunal, por ter nomeado a filha como PCA da empresa pública Sonangol. O Tribunal Supremo deu 8 dias para que ambos possam comparecer a este órgão.

A informação foi revelada por David Mendes, um dos 20 advogados que puseram a providência acautelar ao Tribunal Supremo para impugnação de Isabel dos Santos no comando da empresa petrolífera. O advogado David Mendes considerou a situação inédita e um ganho independentemente do desfecho que terá.

‘’Chegou ao nosso conhecimento por intermédio do Tribunal Supremo, que o engenheiro José Eduardo dos Santos, foi citado no prazo de 8 dias para responder a nossa providência, também foi citada a engenheira Isabel dos Santos para o mesmo efeito, isso em 8 dias têm de responder a nossa providência. Para nós é um motivo de satisfação, e também parece uma questão inédita o Presidente da República ser citado para justificar de um acto por ele praticado. Independentemente do qual vir ser a decisão final podemos nesta fase dizer que já tivemos ganho, foi obrigar o Tribunal Supremo citar José Eduardo dos Santos,’’ disse David Mendes em declarações à rádio Despertar.

O advogado da associação Mãos Livres, acrescentou ainda dizendo que ‘’ao contrário do que muitos diziam do que não tinha fundamento a nossa providência só o facto de o tribunal receber a providência, existem motivos legais para que possa ser feito, vamos esperar como será o desenvolvimento.’’

De lembrar que a empresária Isabel dos Santos foi nomeada como PCA da Sonangol, pelo Presidente da República, no dia 2 de Junho do corrente ano.

Foto de Djemberém

REAÇÕES

COMENTÁRIOS