Politicamente Mandume não é angolano, revela historiador
O historiador angolano João Niango Ngombo Kina, fez revelações sobre a verdadeira origem do rei Mandume Ya Ndemufayo, que segundo pesquisa não é angolano.
Verdadeira imagem de Mandume Ya Ndemufayo

Numa publicação feita no passado dia 13 de Fevereiro, cedida à Angola-Oline, João Niango Ngombo Kina, revela Mandume é namibiano, nasceu em Ovambolândia, nordeste da Namíbia. 

“Essa região tem uma forte ligação fronteiriça étnica e histórica com Angola. Esse nome de Ovambolândia foi dado por ser uma região habitada maioritariamente por comunidades da etnia Ovambo. Ou seja, do grupo etnolinguístico Ovambo. Historicamente o grupo etnolinguístico Ovambo faz parte de Angola e da Namíbia”, faz saber João Kina descartando a possibilidade de Mandume, que a sua imagem recentemente foi dada como fictícia, ser angolano politicamente.  

“Politicamente ele não é angolano, mas do ponto de vista étnico e cultural, Mandume é Oukwanyama” fez saber, acrescentando “não podemos nos esquecer que os Oukwanyama ou Kwanyama, são angolanos e ao mesmo tempo Namibianos”. 

O historiador apoia “o ponto de vista étnico defendido pelas autoridades Angolanas, porque é através de sua etnia ou do tronco linguístico que um indivíduo é identificado.”

“Mandume foi um Rei Angolano como Namibiano, até porque em África um povo não é definido em função das barreiras políticas ou fronteiriças. Mas sim em função do seu sentido histórico cultural e étnico” explica.

João Kina diz "não existe necessidade de Angola e Namíbia continuarem com o conflito "até porque, do ponto de vista étnico linguístico, cultural e histórico, o povo continua a ser o mesmo. Pese embora do ponto de vista político, ou melhor, das barreiras fronteiriças e políticas tal questão venha a ser complexa." 

Quanto a real imagem do Rei Mandume, aponta que os Oukwanyama, da  República da Namíbia, saibam.

Leia texto na integra

REAÇÕES

COMENTÁRIOS