Polícia prende grupo de marginais que raptavam e matavam
No âmbito da “Operação Tigre”, a Polícia Nacional desmantelou seis grupos de marginais que se dedicavam ao rapto e assassinato, roubo e furto de viaturas na via pública.

Os grupos de delinquentes que espalhavam terror nos bairros de Luanda, com recurso a arma de fogo, foram desmantelados na semana finda no quadro da primeira fase da Operação Tigre, que visa devolver a tranquilidade nos bairros de Luanda. 

Os da GALA RIJA, BARCELONA, DOP, PRL e UTC, são os grupos criminosos desmantelados pela Polícia, como consta no relatório enviado à Angola-Online. 

Na Operação, 216 pessoas foram detidas, das quais 180 em flagrante delito, “pela prática de crimes diversos com realce para roubos, ofensas corporais, posse ilegal de arma de fogo, condução sem documentação e outros por posse de arma branca”, fez saber Lázaro da Conceição, porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia Nacional.

Foram aprendidas igualmente, 82 viaturas, 52 motorizadas, 15 armas de fogo, 25 metros de cabos elétricos, 37 meios diversos e, assim como recuperadas 7 viaturas.

Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS