PGR vai investigar se houve desvio de dinheiro no Fundo Soberano
A Procuradoria-Geral da República (PGR), vai investigar as denúncias de desvio de mais de 500 milhões de dólares, por parte do antigo presidente do Fundo Soberano, José Filomeno dos Santos, Zenu.

A informação foi avançada pelo vice-PGR Mota Liz, que promete esclarecer após a investigação, a denúncia feita a partir das redes sociais.     

Caso se prove que houve desvio de cerca de 500 milhões de dólares, Mota Liz garante os responsáveis serão responsabilizados.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS