PGR prende oficiais do SIC e FAA por suspeitas de venda ilegal de viaturas
No Lubango, dois oficiais do Serviço de Investigação Criminal (SIC) e um das FAA foram detidos a mando da Procuradoria-Geral da República (PGR), por suposto envolvimento na venda ilegal de viaturas.

Os oficiais, detidos na quinta-feira, são suspeitos da venda ilegal de 20 viaturas apreendidas, no período de 2011 a 2014, altura em que o intendente, um dos detidos, chefiava o departamento de património, roubos e furtos de viaturas do SIC na província.

As viaturas, segundo a fonte da Angola-Online, tinham sido apreendidas pela Polícia Nacional e encontravam-se no parque da Unidade Operativa do Lubango.

O porta-voz do SIC na Huíla, Sebastião Vica, informou que a operação resultou de denúncias públicas, que permitiram a localização das viaturas nas províncias do Namibe, Cunene, Cuando Cubango, Benguela e Huila.

Sebastião Vica explicou que os suspeitos se aproveitavam dos cargos que exerciam para, de forma ilegal, levantar os meios na Unidade Operativa do Lubango onde estavam estacionados para venda.

Este é o segundo caso de venda ilegal de viaturas que envolve oficiais do SIC na Huíla. Em 2018, o antigo director provincial do SIC, Amadeu Suana, foi detido e acusado pelas mesmas práticas, e encontra-se a aguardar julgamento em liberdade. 

Créditos de Novo Jornal

REAÇÕES

COMENTÁRIOS