PGR: 25% da dívida pública sob investigação
Em causa estão as alegas suspeitas de 25% da dívida pública dos quais correspondem a serviços não prestados ou fraudulentos.

De acordo a denúncia feita pelo Ministério das Finanças, no mês de Março, dá conta que 25% da dívida pública registada são fraudulentas.

Desde modo, a Procuradoria Geral da República (PGR) abriu um inquérito preliminar, para apurar os factos. A PGR afirma, no entanto, que este processo será concluído e apresentado publicamente nos próximos dias.

O director de comunicação institucional e imprensa da PGR, Álvaro João, disse que, se forem apurados factos passíveis de constituírem crimes, os responsáveis irão responder em tribunal.

“O inquérito corre o seu curso normal. Estamos a trabalhar com o Ministério das Finanças, que está a prestar o apoio técnico necessário para o apuramento dos factos que indiciem a prática de actos que se consubstanciem como fraudes financeiras”, revelou à fonte da Angola-Online.

O responsável acrescentou que, se da conclusão do inquérito resultarem indícios de prática de crimes, o Ministério Público, no exercício da acção penal, irá instaurar o devido procedimento criminal, responsabilizando todas as pessoas envolvidas.

De salientar que, mais de 50% da despesa pública está direccionada ao pagamento da dívida pública, de acordo com o OGE de 2018.

Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS