Petro de Luanda faz limpeza geral em casa
A eleição de Felisberto da Graça Amaral “Gilberto”, para novo director para formação do Petro, é um sinal de que o clube desportivo Petro de Luanda, está a fazer uma alegada limpeza geral em casa, após comunicado de imprensa declarar que o seu actual presidente Tomás, já tem substituto, por um suposto insucesso.

Segundo fonte da Angola-Online, em menos de seis meses, o departamento liderado agora pelo ex-jogador do  Al-Ahly do Egipto, já teve quatro responsáveis, depois das passagens de Renato Campos, Nelo Bumba e Sidônio Malamba.

Gilberto, que terminou a carreira em 2015 ao serviço do Benfica de Luanda, era até a sua nomeação, chefe de departamento de futebol no Bravos do Maquis do Moxico e substituiu Sidónio Malamba que agora é o director técnico para a área de futebol de alta competição 

Formado nas escolas do Petro de Luanda, o antigo internacional transferiu-se para o Al-Ahly do Egipto em 2002, onde em sete anos venceu seis campeonatos nacionais, uma Supertaça e três Ligas dos Campeões Africanos, tornando-se um dos mais bem sucedidos jogadores estrangeiros naquele campeonato.

Estas sucessivas nomeações, particularmente no departamento de futebol dos "tricolores", surgem numa altura em que se cogita a substituição de Tomás Faria do cargo de presidente de direcção na sequência dos resultados menos conseguidos nos últimos dez anos, em que não conquistam o Girabola. 

Fonte: Sapo Notícias

REAÇÕES

COMENTÁRIOS