Pastor da Pentecostal droga e viola adolescente dentro da igreja
João Pedro Maria, de 46 anos, pastor da Pentecostal Efatá, drogou e abusou sexualmente uma crente adolescente de 14 anos, dentro da igreja, após o culto.

O pastor da igreja Pentecostal Efatá, localizada no bairro Popular, em Luanda, por sinal amigo da família da vítima e há uma semana convidou a mesma para um almoço num dos restaurantes da Ilha de Luanda, segundo fonte da Angola-Online, terá drogado e posteriormente abusado sexualmente a menor  no seu gabinete instalado dentro da casa que se diz ser de Deus.   

“Depois do culto o pastor mandou alguém me chamar, quando me chamaram eu fui lá, cheguei, entrei, e cumprimentei.., e ele perguntou como é que eu estava, e eu lhe disse que estava bem, ele me pediu para sentar e eu sentei.., 

voltou a me perguntar se eu estava mesmo bem, e eu disse sim que estava bem.., de seguida o pastor disse toma isto aqui , é um leite e vai te fazer bem. Eu neguei, mas ele insistiu dizendo que me poderia fazer bem. Ele mesmo pegou e abriu e me insistiu que eu tinha que tomar..., 

como ele é um pai para mim, e eu o respeito, então comecei a tomar, depois daí perdi a força, comecei a ver fusco e passei a sentir dor.., Alguns minutos depois fiquei de pé e ele pediu que eu metesse colã.. e eu perguntei ao pastor o quê que tinha acontecido comigo, o pastor me disse que não aconteceu nada.., 

põe o colã e Deus vai ajudar.., Mas não contes nada a ninguém.., depois me mandou ir para casa, e voltou a me falar para não contar nada a ninguem, e que eu confiasse apenas no trabalho do pastor,” conta a vítima. 

Já detido, o pastor confessou o crime nestas palavras: “O pénis não entrou, nem entrou metade, estava só assim no corpo e depois eu disse para ela ir.“

Questionado sobre as motivações, o pastor disse: “Eu gostava dela..., e ela me disse que tem dezoito anos. Primeira vez conversamos bem ela foi, segunda vez conversamos e se abraçamos, terceira vez é a quando aconteceu…”

Fonte: Correio da Kianda

REAÇÕES



COMENTÁRIOS