Padre é agredido por um agente em Luanda
O padre Jerônimo da Paróquia São João Paulo II, na centralidade do Sequele, em Luanda, foi agredido por um agente da Polícia Nacional.

O padre conta que, foi interpelado por um agente da polícia no passado domingo (8), quando saia de casa a caminho da igreja. 

Em seguida o agente pediu-lhe a documentação, sem hesitar e obedientemente deu a documentação ao agente, mas acontece que o agente exigiu que o acompanhasse a esquadra por não possuir um documento que o autorize a conduzir a viatura.

Sendo a viatura pertencente a igreja e atendendo a hora, o padre recusou em acompanha-lo. Uma atitude que não foi bem-recebida pelo agente.

Segundo o padre, o agente chegou de o agredir com ajuda de um outro colega e alegando desacato à autoridade. 

De acordo com o porta-voz da Polícia Nacional, Mateus Rodrigues, garante que já estão a ser feitas as devidas investigações para se apurar de facto o que aconteceu no passado domingo.

Fonte: Rádio Luanda

REAÇÕES

COMENTÁRIOS