OGE 2019 Revisto traz corte nos subsídios
Os subsídios a preços e operacionais vão ser revistos em baixa neste ano, revela o Orçamento Geral do Estado 2019 Revisto, que refere a necessidade de se “reduzir o esforço financeiro do Tesouro” com esta rubrica.

O documento dá conta da intenção de se proceder ao “redimensionamento das despesas com transferências, com destaque para as despesas com as subvenções, a preço e operacionais, visando reduzir o esforço financeiro do Tesouro”. 

O OGE 2019 Revisto destaca que haverá uma “maior racionalização da despesa corrente”, o que inclui “a contenção do crescimento da massa salarial, tomando sempre em consideração os sectores de excepção ou prioritários, como a educação e a saúde, e a eliminação, onde necessário, de despesas supérfluas”.

O documento avança ainda que adicionalmente “serão tomadas medidas para a contenção do crescimento da despesa com bens e serviços”.

Os subsídios mantêm os preços dos combustíveis e da energia artificialmente baixos, com o erário público a compensar a diferença entre o preço de mercado e o praticado.

Recorde-se que os preços da gasolina e do gasóleo poderão duplicar se forem retirados os subsídios a 100%.

Fonte: Angonoticias

REAÇÕES

COMENTÁRIOS