Moradores contra construção de uma morgue próximo das suas casas
Os moradores do distrito Urbano de Camama, estão revoltados contra construção de uma morgue, próximo de áreas residenciais no Projecto BPC, em Luanda.

Os moradores garantem tudo fazer para impedir o avanço do projecto, não descartando recorrer às mais altas autoridades, “caso a carta enviada a várias instituições do Estado não tenha a devida atenção”.

Eles contestam a edificação da obra no local, devido aos riscos que podem representar para a saúde. Por isso, solicitam com máxima urgência, a intervenção do governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho. 

“Solicitamos a intervenção urgente dos órgãos afins, para que seja reposta a legalidade, tendo sempre em perspectiva a defesa dos nossos interesses”, escrevem os moradores, na carta de protesto entregue ontem ao Governo Provincial de Luanda, com cópias aos Ministérios da Saúde e do Ambiente. O Ministério da Saúde confirmou a autoria das obras, sem, no entanto, avançar detalhes.

A fonte da Angola-Online, assegura que o espaço foi cedido, em 2008, pelo Governo Provincial de Luanda, para a construção da Morgue Central de Luanda, antes da área se transformar numa zona residencial.

Fonte: Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS