Ministério das Finanças suspende salário de funcionários públicos
Mais de 64 mil funcionários públicos, viram os seus salários respectivamente ao mês de Abril, suspensos pelo ministério das Finanças, por alegada irregularidade.

Segundo uma nota do ministério das Finanças, vista pela Angola-Online, refere que a medida surge no âmbito do processo de recadastramento dos funcionários públicos, aprovado pelo Decreto 537/15, de 04 de Setembro.

Todos os trabalhadores cujos processos estejam incompletos por documentos em falta ou por ausência no local do trabalho para licença de formação, junta médica, ou por terem dupla efectividade na função pública, entre outras situações, estão abrangidos por esta medida, lê-se na nota.

Na mesma nota, publicada na sua página do Facebook, o ministério das Finanças avisa "que serão apenas reactivados aqueles funcionários cujos serviços competentes cumpram com o procedimento estabelecido" e que "aqueles que não o fizerem serão definitivamente desactivados" do Sistema. 

Neste caso, encontram-se no Sistema Integrado de Gestão Financeira do Estado (SIGFE), ferramenta que oferece o suporte tecnológico para o pagamento dos salários, cerca de 64 044 mil agentes (funcionários públicos) em todo o país em situação de irregularidade.

NJ e Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS