Médico coreano expulso do hospital do Lubango por cobrar pacientes
A direcção do hospital do Lubango, expulsou esta quinta-feira, o médico coreano, especialista em ortopedia, que cobrava entre 75 a 80 mil Kwanzas aos pacientes, por cada intervenção cirúrgica.

De acordo com o director da referida unidade sanitária, Paulo Cassanga, revelou que chegou a chamar várias vezes atenção ao medico, no sentido a por fim a estas práticas, mas sem sucesso. Paulo Cassanga sentiu-se na obrigação de tomar essa medida disciplinar. 

“Apesar da grande procura pelos serviços e a insuficiência em termos de especialistas nesta área, fomos obrigados a tomar essa medida disciplinar, pois não é permitido que um funcionário de forma isolada  faça cobranças de qualquer serviço prestado à população, pelo contrário, todo serviço que exige comparticipação está regulamentado, mas a partida, as operações cirúrgicas não são pagas", fez saber.

Segundo Paulo Cassanga, "apenas em caso da falta de um fármaco é passada uma receita para o paciente, por conta própria adquirir o mesmo”,  concluiu.

Angola-Online sabe que, o referido médico, prestou serviços para o Hospital Central num período de cinco anos, de salientar que, a mesma unidade sanitária vive um período difícil por falta de profissionais, numa altura que a unidade precisa de mais cinco profissionais na área.

O hospital diariamente recebe entre dez a vinte pacientes com necessidades de cirurgias em ortopedia, sobretudo vítimas de acidentes.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS