Marido mata a mulher por pedir o divórcio
Vando China é acusado de espancar brutalmente até a morte, a esposa Dilvia Frederico Matias, de 30 anos de idade, atear fogo no apartamento onde viviam, na Centralidade do Dundo, província da Lunda-Norte.

O crime aconteceu por volta das 19 horas, da passada quarta-feira, 23, na mesma cidade.

Tudo aconteceu, segundo fonte da Angola-Online, quando Dilvia Matias, médica de profissão, decidiu por fim no relacionamento devido “ciúmes doentios” do marido e da sua condição de desempregado.   

Vando China que já se encontra detido, não aceitou o pedido de divórcio, partiu para violência, como era de costume, até matar a esposa. Após a morte, incendiou o apartamento onde viviam, com o corpo da esposa no interior.

Colegas, pacientes e a sociedade em geral, condenam o acto hediondo, exigem que se faça justiça, tal como defende a família que não consegue se conter perante a dor e luto.  

Fonte: TPA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS