Marginais roubam viatura e espancam legítimo dono
Guilherme Paulo, 48 anos, e o irmão António Paulo, foram brutalmente espancados e amarrados, por sete meliantes, que receberam a viatura de marca Toyota, de cor azul e branca, vulgo Quadradinho, acto que ocorreu no município de Viana, em Luanda.

A viatura foi encontrada pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na quinta-feira, 11, e devolvida ao dono, Guilherme Paulo, que ficou satisfeito com a acção levada a cabo pelos operativos da Polícia Nacional. 

Guilherme Paulo disse, ao Jornal de Angola, que a viatura foi roubada no dia 24 de Maio, às 02h09 da madrugada, em frente à sua casa, nos Mulenvos de Baixo, município de Cacuaco, por sete meliantes quando regressava da província de Malanje.

Ao ver os jovens ali concentrados, Guilherme Paulo pensou, inicialmente, que fossem vizinhos de rua e que estavam num convívio àquela hora. Momento depois de parar o carro, foi-lhe apontada uma arma de fogo, na cabeça, de seguida foi orientado por um dos marginais para que entregasse a chave da viatura. 

O dois irmãos foram amarrados, espancados e transportados até à zona do Kikuxi, em Viana, numa área isolada, onde foram abandonados.

Um patrulheiro da Polícia Nacional surgiu no local, e levou-os até à Esquadra do Calemba 2, onde amanheceram e apresentaram queixa-crime. Guilherme Paulo comprou a viatura, há três anos, ao preço nove milhões de kwanzas, fruto de empréstimo bancário e poupanças, para fazer serviço de táxi. 

A viatura foi encontrada na Vila Sede de Viana e o cidadão a quem a Polícia Nacional encontrou na posse da mesma, com o Título de Propriedade adulterado, diz que comprou a um cidadão de nacionalidade nigeriana, ao preço de dois milhões e 300 mil kwanzas. 

O SIC confirma que um dos sete meliantes, supostamente envolvidos no roubo daquela viatura, já se encontra detido, ao passo que outros comparsas, de nacionalidade nigeriana, mudaram da residência, está o SIC a efectuar diligências para os prender.

Fonte: Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS