Marcelino Tyipinge na  «mira» da PGR
O antigo governador da Huíla, João Marcelino Tyipinge, está a ser investigado pela Procuradoria Geral da República, PGR, por diversos crimes de corrupção, dos quais, dos “Laboratórios escolares”.

De acordo com uma carta da procuradoria a que à Angola-Online, teve acesso, solicita ao Banco Nacional de Angola estractos das contas bancárias do antigo governador de 2014 até aos dias de hoje, afirmando que Tiypinge está a ser investigado por crimes de “peculato, corrupção associação criminosa e branqueamento de capitais”.

O Marcelino Tyipinge que foi exonerado recentemente do cargo de governador, a nossa fonte avança que o mesmo foi chamado a depor, na Procuradoria-geral da Huíla no processo-crime 2272-SIC-18, que envolve crimes de peculato, corrupção, associação criminosa e de branqueamento de capitais.

As investigações continuam em curso, e já foram detidas cinco pessoas alegadamente envolvidas no desvio de 200 milhões de Kwanzas destinados a professores.

Os detidos são o antigo secretário do governo provincial da Huíla, o delegado das finanças no Huambo que antes trabalhou na Huíla, o director do gabinete provincial da educação na Huíla e dois empresários.

Fontes: CK e OPaís | Texto: Redacção | Imagem de arquivo

REAÇÕES

COMENTÁRIOS