Mãe mata criança de um ano por acusação de feitiçaria no Uíge
Uma mulher de 40 anos de idade, matou sua própria filha de apenas um ano, acusada de feitiçaria, no município de Cangola, província do Uíge, cortejando-a com uma catana, segundo informou a polícia daquela província.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Segundo a Polícia Nacional, que prestou a informação, o crime ocorreu na aldeia de Quimbonzo, na comuna de Caiongo, na última quinta-feira, estando a polícia a apurar a saúde mental da suposta autora do crime.

Pelas mesmas razões, a mãe, de 40 anos de idade, feriu mais três filhos de onze, nove e sete anos de idade. Duas das crianças estão internadas no Hospital Provincial do Uíge,  onde foram evacuadas pela gravidade dos ferimentos.

A suposta autora do crime, identificada por Luisa Mário, encontra-se detida numa das unidades da Polícia Nacional,  na sede da municipalidade de Cangola.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS