Luís Alexandre “abandona” a presidência do cofre
O comissário Luís Alexandre, até então, presidente do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, apresentou, ontem, no ISCPC, o seu pedido de renúncia, após 13 anos a frente da instituição.

Segundo o Comissário, que falava na Assembleia-Geral Extraordinária do Cofre, "depois de ter observado um momento profundo de reflexão, face aos acontecimentos dos últimos cinco anos, que envolveram a vida do Cofre, decidi, por motivos pessoais, renunciar o meu mandato".

"Desde já, coloco-me à inteira disposição para continuar a contribuir naquilo que se achar necessário", adiantou o oficial Comissário.

Por seu turno, o presidente da mesa da Assembleia e Comandante Geral da Polícia Nacional, Comissário-Geral - Paulo Gaspar de Almeida, avançou que o próximo candidato deverá ser progressista e dinâmico, com o pensamento de construir uma Corporação melhor e um Cofre capaz de satisfazer as necessidades dos associados.

Refira-se que, o Cofre é das mais antigas associações mutualista do país, que tem como objectivo resolver os problemas dos efectivos da Corporação, desde a sua criação em 23 de Dezembro de 1993. 

Angola-Online que o Cofre de Previdência da Polícia Nacional, em 2016 investiu mais de 100 milhões de dólares em projectos habitacionais só na capital do país. 

Fonte: Policia Nacional

REAÇÕES

COMENTÁRIOS