Luanda recebe navio brasileiro
O Navio Patrulha-Oceânico “AMAZONAS”, da Marinha do Brasil, atracou sábado no Porto de Luanda, no âmbito dos exercícios em conjunto com países africanos na protecção do Golfo da Guiné.

O Amazonas partiu em 17 de Fevereiro da Base Naval do Rio de Janeiro e chegou a Walvis Bay (NAM) no dia 28 de Fevereiro a fim de participar do exercício “Obangame Express 2020”, que envolve militares dos países da África, Europa e América.

O objectivo do treino é permitir que os países participantes forneçam a segurança marítima adequada no Golfo da Guiné contra a pirataria, tráfico de drogas e armas, sequestro, pesca ilegal e outras actividades ilícitas na região.

Na operação, que acontece todos os anos, o Navio da Marinha do Brasil vai realizar exercícios na costa de Angola, Congo e República Democrática do Congo. Na “Obangame Express 2020”, militares de várias marinhas vão a bordo para fortalecer laços de amizade e comparar procedimentos operativos empregados.

O exercício vai avaliar a interoperabilidade regional, relação multinacional de comando e controlo e a proficiência marítima dos países africanos com parceiros regionais do Golfo da Guiné, juntamente com americanos e os europeus.

Durante a operação, as actividades de interdição marítima, técnicas de abordagem, treino médico e emprego de armamentos são realizados com o embarque de diversas equipes dos países africanos participantes, nos meios presentes na Área de Operação.

Crédito de Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS