Luanda: Cubatas de crentes da Kimbanguista Espírita são queimadas
A administração municipal do Icolo e Bengo, queimou as cubatas de cerca de 300 crentes da ceita Kimbanguista Espírita, por não estar legalizada e práticas de "feiticismo".

De acordo informações que Angola-Online teve acesso, os crentes viviam em cubatas e em condições desumanas, oravam e faziam rituais de feiticismo. 

Para regressarem as famílias, a administração municipal do Icolo e Bengo viu-se obrigada a queimar as cubatas, apesar de os crentes implorarem aos choros.

Em declarações a imprensa, um dos pastores da ceita assegurou que não praticam feiticismo, e não têm dinheiro para legalizar a mesma.

Fonte: TPA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS