Lotadores de táxi espancam cobradores e roubam passageiros
A denúncia é do presidente da Nova Aliança dos Taxistas, Geraldo Wanga, que revela os lotadores já mataram mais de três cobradores à tiro e facada por recusarem “colaborar”.

Estima-se que cerca de quinhentos e 57 jovens desempregados são lotadores de táxi em Luanda. Muitos dificultam a actividade dos taxistas, exigindo o pagamento por carregamento ou paragem. Em muitos casos, chegam mesmo de entrar em briga com os cobradores, partir vidros, furar pneus das viaturas e assaltar os passageiros.

Desgastado com a situação, o presidente da Nova Aliança dos Taxistas, Geraldo Wanga, em entrevista à fonte da Angola-Online, apela as autoridades a organizar os lotadores porque crescem todos dias pela actividade ser rentável, dificultando os seus associados. 

Geraldo Wanga, disse todos os dias recebe denúncias de actos criminosos perpetrados pelos lotadores. Por outro lado, revelou que nos anos anteriores foram registadas mais de três mortes de cobradores nas paragens de táxi de Viana, Cuca e São Paulo. Os crimes foram cometidos por lotadores com recurso a arma de fogo e faca de cozinha.

Fonte: LAC

REAÇÕES

COMENTÁRIOS