Jovem que matou marido e enteado morre envenenada
A jovem Romualda Dias dos Santos, acusada de matar por envenenamento o esposo e enteado, morreu também "envenenada", ontem, domingo, apurou a Angola-Online de familiares.

Informações apuradas pela Angola-Online na manhã de hoje, segunda-feira, através de familiares, dão conta que Romualda Dias dos Santos, acusada de envenenar o marido Guilherme Dias da Graça, de 34 anos, e Álvaro Figueiredo da Graça (enteado), de 3 anos, morreu ontem numa das unidades hospitalares de Luanda, também por envenenamento. 

Uma semana depois, as mortes continuam sendo mistério, segundo familiares, Romualda Dias dos Santos, esteve hospitalizada após as mortes do marido e enteado. Antes de morrer, a jovem terá contado a família que o marido deu-lhe caldo, momentos depois o mesmo e o enteado perderam a vida.    

As duas famílias trocam acusações, quando a Polícia Nacional na voz de Mateus Rodrigues, como informou a Angola-Online no sábado, avançou os resultados indicam que pai e filho, não morreram por envenenamento e está se fazer outras analises.

Este é um crime que dá origem a vários “porquês” e troca de acusações entre famílias, e a Angola-Online vai continuar acompanhar.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS