Jovem é morto a queima-roupa na festa do seu casamento
Um jovem de 23 anos, foi morto a queima-roupa ao lado da noiva, familiares e amigos durante o festejo do seu casamento, no bairro da Lixeira, província de Benguela.

Um dia previsto para festejo ao lado de familiares e amigos, pela celebração do casamento tradicional transformou-se em tragédia e angústia que o tempo já mais irá apagar e os responsáveis já mais irão reparar os danos causados.

A tristeza tomou conta da noiva, familiares e amigos de um jovem de 23 anos, cuja identidade não revelada pelas autoridades policiais, morto a queima-roupa no passado sábado, durante a festa do seu casamento tradicional. 

De acordo com o responsável da Polícia Nacional nas terras das Acácias Rubras, Pinto Caimbambo, o autor dos disparos que atingiram mortalmente o jovem casado, acompanhado de um amigo entraram na festa sem autorização, o que levou a família suspeitar que fossem marginais.  

Os dois jovens foram espancados pelos familiares, um deles conseguiu escapar depois de simular ter desmaiado. “Aproveitando-se da distracção dos presentes, levantou-se e foi à busca de uma arma de fogo, e disparou à queima-roupa até ter atingido o noivo num dos membros inferiores esquerdo (coxa)”, explicou o responsável da Polícia em Benguela, em declarações à Angop.  

Segunda ainda Pinto Caimbambo, o responsável pela morte do jovem já está detido e o outro jovem que o acompanhava está foragido.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS