Jovem de 23 anos sangra pelos seios há mais de um ano
A jovem angolana Lucinda José Farias, de 23 anos de idade, padece de uma doença rara, sangra pelos seios todos os meses, e deixou de ter o “tradicional sangramento menstrual pela via genital.” A mesma nunca fez consulta de oncologia.

Há quatro anos que Lucinda  sangra pelos seios, e não tem tido sangramento menstrual pela via vaginal, depois de parar de menstruar no início da idade jovem. 

  “Comecei a minha primeira menstruação aos 16 anos e depois de um ano parou de sair. Assim sendo, fiquei cinco anos sem menstruar, apenas sentia muitas dores de bexiga que não me deixavam fazer nada e até me dava febres. Depois desse período, de repente, comecei a sangrar pelos seios todos os meses e com muitas dores. Isso leva-me a crer que é menstruação, porque não tenho o tradicional sangramento menstrual pela via genital”, conta a jovem.

Sem nunca observada por especialistas em oncologia,  dos muitos hospitais por onde passou, a jovem que sente-se desconforto afirma que os médicos dizem tratar-se duma doença sem cura. 

Segundo a fonte da Angola-Online, especialistas apontam a possibilidade da jovem sofrer de “endometriose é uma doença caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve, trompas, ovários, intestinos e bexiga.”

 “Todos os meses, o endométrio fica mais espesso para que um óvulo fecundado possa se implantar nele. Quando não há gravidez, esse endométrio que aumentou descama e é expelido na menstruação. Em alguns casos, um pouco desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica”.

Apela –se aos angolanos de boa fé que ajudem a jovem fazer outras consultas para identificar a doença. 

Fonte: OPaís

REAÇÕES



COMENTÁRIOS