José Eduardo dos Santos quer destituir João Lourenço, diz Rafael Marques
Em entrevista ao jornal Expresso, Rafael Marques, disse acreditar que o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, não durará muito, e garante que o ex-presidente, José Eduardo dos Santos quer destituí-lo.

Durante a entrevista, o jornalista e activista político alegou João Lourenço “não durará muito” no poder porque o seu antecessor, José Eduardo dos Santos, “quer destituí-lo”, e sublinha que o discurso que fez na tomada de posse não agradou aos apoiantes do ex-presidente.

Para Rafael Marques, o presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, fez ataques específicos, “sobre o monopólio do cimento — há fábricas de cimento maiores do que as de Isabel, mas precisam de combustível para funcionar e ela cortou-lhes o abastecimento para as levar à falência”.

O jornalista e activista político explicou que a decisão de abandonar o cargo de presidente da Republica e deliberação dos presos políticos, José Eduardo dos Santos, a determinada altura, percebeu que estava isolado dentro do partido e que alguns tipos do MPLA passavam a vida a conspirar contra ele.

Rafael Marques acrescenta que o poder financeiro ainda continua sendo controlado por José Eduardo dos Santos, pelo facto de os principais assessores e alguns ministros estarem do seu lado. “João Lourenço tem de tomar uma medida radical, que coloque em xeque o poder do José Eduardo”. 

Para finalizar, Marques aponta o maior teste que poderia evidenciar que João Lourenço detém o poder, é a demissão de Isabel dos Santos e bem como a de José Filomeno dos Santos, a frente do Fundo Soberano. 

Fonte: Jornal Expresso | Texto: Igor Silva

REAÇÕES

COMENTÁRIOS