Jornalista da Rádio 2000 é expulso por dizer ao PR ganha 25 mil kzs
O jornalista da Rádio 2000, Tony Fanacy Manuel, foi expulso por alegadamente ter dito ao Presidente da República, João Lourenço, aquando da entrevista colectiva, ganha 25 mil kwanzas.
Imagens (Facebook de Tony Fanacy Manuel Manuel)

Por ter revelado o salário mísero e as difíceis condições de trabalho, ao Presidente da República, o jornalista Tony Manuel, foi expulso pela direcção da rádio huilana, 2000. Apesar do esforço que fez para vir a Luanda, para entrevistar o PR, com o seu próprio "dinheiro." 

Outra fonte da Angola-Online naquela província, conta que o jornalista foi expulso por não ter sido “autorizado pela direcção da rádio para vir a Luanda, na entrevista colectiva.” E acrescenta que a expulsão também foi influenciada pelo governador, pelo facto de Tony Manuel, avançar o estado crítico da província.  

Apesar do jornalista ainda não se pronunciar, muitos jornalistas já mostraram o descontentamento, alguns dizem mesmo em realização de manifestação na Huíla e Luanda.  

Ontem, durante o programa Debate Livre, o sociólogo João Paulo Ganga, disse João Lourenço mostrou-se “insensibilidade” perante a reivindicação do jornalista.

REAÇÕES



COMENTÁRIOS