João Lourenço chumba concurso vencido pela Telstar
O Presidente da República, João Lourenço, determinou hoje a anulação do resultado do Concurso Público Internacional para a atribuição de um Título Global Unificado à quarta Operadora Global no sector das Telecomunicações no país.

No dia 12 deste mês, o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação anunciou a adjudicação do Contrato de Concessão de Serviço Público de Comunicações Electrónicas à empresa angolana Telestar.  

Em nota, a Casa Civil do Presidente da República considera ter havido, da parte da empresa declarada vencedora do concurso, “o incumprimento dos termos das peças do procedimento, na exigência relativa ao balanço e demonstrações de resultados e declaração sobre o volume global de negócios relativo aos últimos três anos”.

Com vista a assegurar um processo limpo e transparente, refere, o Presidente da República orientou o Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação a instruir, no prazo de 30 dias, o expediente para formalizar um novo concurso público.

Nessa conformidade, revogou o Despacho Presidencial nº 21-A/18, de 23 de Fevereiro.

De salientar que a MTN, a maior empresa africana de telecomunicações, desistiu do concurso público internacional para a atribuição de um título global unificado para o 4.º operador global no sector das telecomunicações, alegando que o processo está "viciado".

Crédito de Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS