João Lourenço afirma se conseguirmos combater a corrupção até os corruptos vão ganhar
A província da Huila acolheu o acto de abertura da pré-campanha do MPLA, e conheceu o candidato do partido dos camaradas para à presidência do país nas próximas eleições gerais, a ter lugar em Agosto do corrente ano.

O acto de massas realizado na cidade do Lubango, defronte ao Comité Provincial do MPLA, contou com a presença de milhares de militantes e simpatizantes do partido no poder bem como de várias altas figuras dos camaradas.

No seu discurso, João Lourenço, apresentou aos presentes caso seja eleito Presidente da República, melhoria na educação, saneamento básico e saúde, sendo as áreas que no seu ponto de vista precisam de mais investimentos. Para que haja saúde, é necessário alimento de qualidade, por isso João Lourenço, vê a agricultura como um sector que merece toda atenção para pôr fim aos ‘’rios de dinheiro’’ destinados a importação de alimentos.

Caso seja eleito João Lourenço, garante que vai ‘’simplificar o processo de concessão de vistos aos estrangeiros, porque é melhor que em vez de dar 100 vistos, se dê 10 mil, porque ao conceder o visto, sabemos quem é o convidado que está a vir para nossa casa", disse garantindo, "vamos inverter as coisas, vamos abrir a política de vistos e vamos fazer um controlo muito mais cerrado à entrada de ilegais, vamos combater os ilegais de forma eficaz".

Por outro lado, João Lourenço admitiu que ‘’a corrupção é um mau muito grande na nossa sociedade’’ e advertiu que ‘’é um dever nosso combatê-la, se conseguirmos, eu creio que até os corruptos vão ganhar’’. Por este motivo, o cabeça-de-lista do MPLA diz ‘’não podemos aceitar a impunidade perante a corrupção.’’

A apresentação de João Lourenço nas terras huilanas, contou com momentos culturais, com actuação de Ary, Bambila, Nagrelha, Yuri da Cunha e outros artistas da nossa praça.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS