João Lourenço afasta Isabel dos Santos do negócio bilionário
A empresária angolana Isabel dos Santos foi afastada pelo presidente da República, João Lourenço, da coordenação do Plano Director Geral Metropolitano de Luanda, avaliado em 15 biliões de dólares.

O plano avaliado em 15 biliões de dólares, para reabilitação da cidade capital, foi projectada em dezembro de 2015, pela Urbinvest, sociedade de Isabel dos Santos, onde na qual estão previstas realojamento e regeneração de várias zonas da capital, a construção de estradas primárias e secundárias e um sistema de comboio suburbano com 210 quilómetros. 

Num despacho presidencial 37/18, de 02 de Abril, que Angola-Online teve acesso, o presidente João Lourenço, fasta a filha do antigo presidente da república e coloca a ministra Ana Paula de Carvalho a coordenar a execução do plano director de Luanda, com auxilio do governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho.

O Plano Director Geral Metropolitano de Luanda, designado também de “Luanda 2030 — Cidade inovadora”, tem pouco menos de 12 anos para apresentar os seus frutos.

Lusa

REAÇÕES

COMENTÁRIOS